BMS

Brasil Exporta 14% Menos Bauxita Em 2017:

Data: 09/01/2018

Fonte: Sistema Aliceweb, do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços

O Brasil exportou, durante todo o ano de 2017, 8,9 milhões de toneladas de bauxita, volume que representa uma queda de 14,1% em comparação com o total exportado em 2016, que foi de 10,4 milhões de toneladas. As informações são do sistema Aliceweb, do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

Além da queda no volume exportado de minério de alumínio e seus concentrados ao longo do ano, o país também registrou uma menor receita com esses embarques. De janeiro a dezembro, a exportação de 8,9 milhões de toneladas de bauxita rendeu US$ 237,8 milhões, enquanto em 2016 a receita foi de US$ 265,3 milhões, ou 10,3% acima.

O principal porto exportador da bauxita produzida no Brasil no ano passado foi o de Santarém, no Pará, responsável por levar 8,9 milhões de toneladas de bauxita para o exterior, ou 99,7% do total.No Estado, a Mineração Rio do Norte (MRN) e a Norsk Hydro produzem bauxita. Outros portos, como Sepetiba (RJ) e Santos (SP) também embarcaram a commodity em pequenos volumes.

A China foi o país que mais importou bauxita do Brasil em 2017, um total de 3,4 milhões de toneladas, ou 38,7% do total. Apesar de manter o posto de 2016 como país que mais comprou a bauxita produzida no Brasil, o país diminuiu esse volume em 1,4 milhão de toneladas.

O Canadá, por sua vez, também segue como segundo país que mais importou bauxita do Brasil, 2 milhões de toneladas. Completam a lista dos cinco países que mais importaram a bauxita brasileira: Irlanda, com 1,3 milhão de toneladas; Estados Unidos, 644 mil toneladas; e Ucrânia, 464 mil toneladas.

Dezembro

Somente no mês passado, o Brasil exportou 707,5 mil toneladas de bauxita, alta de 14,5% em comparação com dezembro de 2016, quando foram exportadas 617,6 mil toneladas do minério. A receita com os embarques no último mês do ano foi de US$ 21 milhões.


Últimas Notícias:

Ingersoll Rand® Fortalece Compromisso Com Confiabilidade E Eficiência Por Meio De Portfólio De Serviços Robusto E Diversificado Na Feimec 2018

Aro Traz Interação, Tecnologia E Automação Para A Feimec

Após 34 Meses Desativado E Uma Grande Reforma, Alto-forno Da Usiminas é Reativado

Série: Recuperação De áreas Mineradas | Bamin Desenvolve Centro De Conservação Sócio Ambiental

Cbmm Vê Retomada Da Demanda De Nióbio E Projeta Crescer 7% No Ano

    BRASIL MINING SITE® - Todos os direitos reservados